sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Gordice: Pavê Três Cremes

Esse pavê que eu faço para o Natal lá em casa, então se quiserem inspiração para mais uma das gordices desse dia, está aqui!

1º creme:
1 lata de leite condensado
3 gemas
1/2 xícara de leite

2º creme:
2 xícaras de leite
1 caixinha de creme de leite
2 colheres (sopa) de chocolate em pó
1 colher (sopa) de maizena

3º creme:
1 lata de creme de leite
3 claras
6 colheres (sopa) açúcar



Além dos ingredientes para o creme, será necessário um pacote de bolacha champagne e leite suficiente para molhá-las.

Cerca de 2 horas antes de começar a receita, coloque a lata de creme de leite no freezer ou congelador, após esse período abra a lata na PARTE DE BAIXO e deixe escorrer todo o soro, reserve o que sobrar na lata para o terceiro creme.

Separe as claras das gemas assim que começar a receita, pois cada parte vai para um pedaço da receita.




1º Creme:

Em uma panela coloque o leite condensado, a 1/2 xícara de leite e as gemas, algumas pessoas gostam de peneirá-las para diminuir o gosto de ovo, eu não me importo muito com isso, então vai de gosto. Leve ao fogo médio mexendo até engrossar e formar um mingau amarelado, com cara de brigadeiro branco. Reserve




2º Creme:
Dissolva a maizena em meio copo de leite,para evitar que o creme empelote. Em uma panela adicione o restante do leite, o creme de leite e o chocolate em pó, leve ao fogo e aqueça, quando o chocolate começar a dissolver, adicione a maizena diluída em leite e mexa até formar um mingau mole. Reserve


3º Creme:
Bata as claras em neve e adicione o açúcar até formar um merengue. Você deve conseguir virar a vasilha de ponta cabeça e nada pode cair dela. Depois adicione o creme de leite sem soro e bata delicadamente para não sumir com o ar das claras. Reserve.






 Montagem do pavê:
Coloque o 1º creme no fundo de um refratário grande e espalhe bem. Em um prato fundo coloque leite e molhe as bolachas champagne e coloque-as alinhadas sobre o creme. 
Depois adicione 2º creme e repita o processo com as bolachas, finalizando com o 3º creme.






Leve para geladeira por pelo menos 4 horas antes de servir, se não o pavê escorre todo na hora de servir. No fim o resultado do pavê é esse:



Tentei tirar uma foto bonitinha de um pedaço dele, mas meus potinhos são todos de iogurte e não facilitou a fotografia, pobreza feelings! É pobre mas eu garanto que é gostoso! 


quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Xing Ling: Armação de Óculos


Já tem um tempinho que fiz essa compra, mas enrolei para escrever. Em agosto fiz exame de vista e precisava trocar a lente dos meus zóios. Quem é muito dependente de óculos como eu, sabe que é meio complicado ficar com um só, muitas vezes eu preciso de um óculos para achar o óculos! 

Os que eu tenho são todos bem antigos, da época em que eu trabalhei em uma ótica em Ubatuba, de 2004 até 2007, um deles nem dá para trocar a lente mais, pois o material está bem ressecado. Como eu estou em uma onda de comprar tudo o que eu preciso no Aliexpress, então arrisquei comprar armações por lá, que são essas abaixo.



Foi uma compra que chegou até que bem rápido, fiz a compra no dia 25 de agosto e chegou no dia 20 de outubro, para mim menos de 2 meses em compras da china é rápido!

Comprei logo dois, o preto e o vermelho nesse link aqui, por US$2,60 cada um, é muito barato! Deu menos de R$7,00 cada com a cotação da época e com frete grátis. Os óculos vieram super bem embalados, enrolados em plástico bolha e dentro de uma caixa de isopor (daquelas de carregar sorvete), dentro de um envelope bolha, não tinha como quebrar mesmo!




Eles são bem bonitos e a qualidade é a mesma que encontramos em óticas por aqui. As medidas são as mesmas descritas no anúncio. O único problema é que não gostei deles na minha cara, sei lá, estou adaptada com meus quadradinhos de muitos anos e achei estranho esses óculos gigantes. 

O pior é que olhando as fotos agora, até que estou achando bonito, mas quando olho no espelho não agrada. Mas nem por isso desperdicei o dinheiro, usei os óculos sim, mas isso eu venho mostrar em outro post! 

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

DIY: Touca de Banguela (Toothless)

Nem sei se posso chamar esse post de um Do it yourself, afinal vim mais uma vez mostrar minha incapacidade de fotografar enquanto realizo trabalhos manuais. Juro que tentei, até que começou bem, mas no fim estraguei tudo mais uma vez. Ainda assim tentarei explicar como é que fiz!





Materiais:
Pelúcia preta
Feltro amarelo brilhante, preto e branco
Giz de alfaiate
Tesoura
Máquina de Costura
Linha preta
Alfinetes
Cola quente

O meu maior problema em tentar explicar aos outros como fazer as coisas, é que eu não tenho moldes. Eu simplesmente penso em minha cabeça e esboço algo em algum papel que já usei como rascunho, e depois conforme eu vou costurando, vou moldando o tamanho. 
  


A primeira coisa que fiz foi tentar desenhar o molde das partes do chapéu usando como base este aqui e este tutorial de chapéu. A única adaptação é enfiar orelhas e outras coisas entre as duas metades da touca.

Com o esboço dos moldes em papel, eu os passei para a pelúcia com um giz de alfaiate e cortei, A forma aproximada que consegui foram as mostradas abaixo:



Da esquerda para a direita, de cima para baixo: 4 gomos para a touca, 2 partes das não sei como chama isso anteninhas, 2 partes para também não sei como chama isso a parte que fica abaixo das orelhas,  2 partes para as orelhas, 1 parte para fazer a barra da touca, a que fica em contato com a testa:



Uma vez tudo cortado, costurei as orelhas, as anteninhas e as coisas que ficam abaixo da orelha individualmente e ao avesso, usei um lápis para ajudar a virar tudo ao contrário




Até aqui tive sucesso em fotografar o passo a passo. Agora esqueçam fotos, eu sentei na máquina e me bateu o desespero de ver tudo pronto e rápido! Então vou escrever o que fiz aqui, no passo a passo:

  • Costurei dois a dois os gominhos da touca, formando as duas metades. Antes de juntá-las para formar o chapéu prendi com alfinete as demais partes onde iria a costura, as anteninhas próximas ao topo, na sequência as orelhas e só por último a parte de baixo;

  • Depois costurei as metades da touca junto com as demais peças, aí só fica faltando o digamos "cós" da touca. Aí é só dobrar essa peça no meio e prender embaixo;

  • Depois desenhei os olhinhos, e colei tudo com cola quente.
Bom, agora é usar muiiiito a imaginação para tentar imaginar como fazer tudo o que eu falei. Um dia aprendo a escrever tutoriais de DIY, ou simplesmente desisto!




terça-feira, 25 de novembro de 2014

Esmalte da Vez: Esmeralda Real

Pensa em um esmalte psicodélico! É esse! Eu passaria desapercebida por ele na prateleira da perfumaria por achar brega demais, mas felizmente meu namorado tem um gosto estranho, gosta de mim e gostou desse esmalte quando foi comigo na Ikesaki da Liberdade. Mesmo achando meio esquisito, acabei trazendo pra casa, e no fim não é que gostei?


O Esmeralda Real da Passe Nati é assim estranho! É verde super chamativo, com reflexos amarelos, chatinho de passar, lotou de bolinhas na minha mão, mas no fim eu não conseguia parar de olhar para elas! Durou quase uma semana na minha unha sem lascas grandes e no fim tirei depois de enjoar da cor.
Acho que vai ficar sucesso com um craquelado preto por cima, tenho de testar essa combinação



segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Astronomy Picture of the Week: Formação Estelar na Nebulosa do Girino

A minha vontade é de compartilhar todas as imagens do Astronomy Picture of the Day, mas escolho só a minha favorita da semana. Para essa escolhi essa nebulosa, que eu já devo ter visto imagens, mas que eu nem sabia que tinha esse nome engraçado!

Para ver texto e imagem originais, clique aqui.

Tradução porca feita por mim:
"A empoeirada Nebulosa de Emissão do Girino, IC410, está cerca de 12mil anos luz  de distância, na constelação de Auriga (Cocheiro). A brilhante nuvem de gás com cerca de 100 anos luz de extensão, foi esculpida por ventos estelares e radiação do aglomerado globular aberto NGC1893. Formado na nuvem interestelar a meros 4 milhões de anos atrás, o brilhante aglomerado de estrelas é visto em toda a nebulosa. Próximo ao centro da imagem estão duas regiões relativamente densas de material se afastando da região central da nebulosa. Sítios potenciais de formação estelar em andamento na IC410, esses girinos cósmicos tem formas com cerca de 10 anos luz de comprimento. A imagem foi tirada em luz infravermelha pelo satélite da NASA Wide Field Infrared Survey (WISE)."

Não só não tinha noção do nome dessa nebulosa, como também não sabia nada sobre ela. Provavelmente eu já vi imagens, mas não me lembro. Fui pesquisar um pouquinho sobre ela, e ao contrário do que acontece na maioria das minhas pesquisas, não encontrei resultados sequer na Wikipédia. O que li em alguns blogs de astronomia gringos é que esse nome deve-se ao fato desses dois filamentos centrais parecerem com girinos nadando em algumas imagens. Assim como muitas coisas na astronomia, é preciso de um pouco de imaginação para ver isso...







sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Gordice: Refresco de Guaraná com Hortelã

É gordice mas nem é tão gordo assim. É doce, bem doce! Mata a larica de coisas doces no calor e ainda refresca!


Ingredientes:

Xarope de Guaraná
Cerca de 10 folhas de Hortelã
Água gelada
Gelo




Modo de Preparo:
Coloque no liquidificador as proporções de água e xarope de guaraná indicados pelo fabricante, ou ao seu gosto, de forma a obter 1litro de suco. A receita que vem na minha embalagem fica doce demais pro meu gosto. Adicione mais umas seis pedras de gelo e as folhinhas de hortelã. Bata com vontade, até o gelo e as folhinhas de hortelã ficarem bem picadinhos.
Depois é só colocar em uma jarra ou copos e esperar a espuma subir. No fim você tem um refresco bem interessante.





Esse refresco me salvou no calorão dos últimos tempos e espero que funcione no que ainda sei que virá por aí (infelizmente). Deve ficar bom com groselha também, mas ainda não testei



quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Boca Colorida: Red Kiss Eudora

O batom Red Kiss da Eudora é o melhor tipo de batom, o que é bom, bonito e barato!Hoje diversas marcas investem em batons com acabamento matte, mas a maioria dos que eu comprei até hoje falharam nessa tentativa de deixar um acabamento bonito. Esse da Eudora não!


Ele é bem sequinho para um batom que você pode passar direto da bala. Mas diferente do Ballet da Dailus que eu já mostrei, ele ainda tem um leve acetinado, que eu acho bonito. Acho que até mesmo por conta dessa textura é que ele acaba sendo bem confortável nos lábios. Não fica aquela sensação de boca repuxando de quando o batom é seco demais.


A cor é linda, um vermelho na medida, nem aberto nem fechado demais, vermelho que acho que todo mundo deve ter na coleção de batom, deve ficar bom em todos os tons de pele. A duração dele é boa, para tirar totalmente só com água e sabão ou demaquilante. Na foto acima a cobertura dele parece ficar meio falhada no contorno, mas garanto que foi somente incompetência da pessoa aqui na hora de aplicar. Em uma foto de rosto inteiro fica bem melhor, ainda mais com a participação especial do gato Foquinha lindo e fofo, de quem eu fui babá por um tempinho. ^.^



Super aprovado este batom, tem o mesmo tipo de acabamento do Giga Purple que eu amo também e que mostrarei aqui em breve. Eudora, por favor, faça mais cores lindas com esse acabamento e qualidade maravilhosos!

O Red Kiss é da coleção Eudora Soul Kiss Me e paguei R$14,90 nele com uma revendedora Eudora.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Meu gosto excêntrico: Chocolate da Turma da Mônica

Acho que esse gosto excêntrico não deve ser tão estranho assim. Sempre ouço pessoas falando que sentem saudade do chocolate da Turma da Mônica, que adoravam comer a parte marrom e deixar a branca para o fim. Será que alguém que não seguia esse mesmo algoritmo na hora da gordice?

Lembro-me como se fosse ontem, de quando minha mãe fazia compra do mês e trazia essa embalagem com três chocolatinhos, eu ficava super feliz, ainda mais que tinha um cartão postal dentro. Infelizmente não sei onde os cartões foram parar.

Cada lida de gibi (eu lia e continuo lendo muitos e muitos gibis) era motivo para as lombrigas pularem na barriga ao ver os anúncios. Os mesmos anúncios que já me causaram muita frustração por me fazerem desejar brinquedos que eu nunca tive.




A pergunta que não quer calar é: Por qual motivo a Nestlé deixou de fabricar essa delícia? Talvez tenha perdido os direito de uso de imagens da Turma da Mônica? Não importa, faça com qualquer outro personagem, mas faça!

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Esmalte da vez: Aventura na Selva

Amo quando uma empresa que cobra baratinho por seus esmaltes dá uma mudada em detalhes que fazem a diferença como o pincel! Finalmente a Impala aderiu os pincéis chatinhos, esse é um detalhe que parece idiota, mas que faz uma diferença brutal na hora da esmaltação. No entanto odeio quando a empresa inventa coisa desnecessária, como adicionar perfume no esmalte, deixando um cheiro nojento e enjoativo.

Tudo isso aconteceu com esse esmalte lindinho, o Aventura na Selva (sei lá por que raios isso me lembra É o Tchan, acho que eles tinha uma música de algo na selva, não?)


Achei a fórmula dele bem legal, fácil de espalhar, fechou bem com duas camadas e a cor é linda, um azul chamativo, mas não como aquele azul que víamos na mão de todo mundo uns tempos atrás, ele é um pouquinho mais fechado e escuro.


Posso dizer que quase amei o esmalte, só não é 100% por conta do cheiro. Impala, eu quero esmalte com cheiro de esmalte, por favor!


segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Astronomy Picture of the Week: O Disco Protoplanetário de HL Tauri por ALMA

A minha vontade é de compartilhas todas as imagens do Astronomy Picture of the Day, mas acabo escolhendo só a minha favorita para postar aqui. 
Essa semana em específico foi bem difícil, fiquei dividida entre a imagem abaixo, uma imagem de nebulosas na região de Órion e também imagens do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko. Meu critério final de escolha foi o fato de que ainda teremos muitos outros APODs sobre o cometa e a missão Rosetta e o de que fotos de nebulosa sempre aparecem por aí. Já a imagem abaixo, apesar de parecer sem graça, é espetacular quando pensamos em que isso é a formação de um sistema planetário como o Sistema Solar. Explico mais abaixo sobre isso.

Para ver texto e imagem originais, clique aqui.


Tradução porca feita por mim:
"Por quê esse disco gigante tem falhas? A excitante e provável resposta é: planetas. Um mistério é como planetas massivos o suficiente para criar essas falhas formaram-se tão rapidamente, já que a estrela HL Tauri tem somente cera de um milhão de anos. A imagem onde essas falhas foram descobertas foram obtidas com o novo Atacama Large Milimeter Array (ALMA) de telescópios no Chile. ALMA fotografou o disco protoplanetário, que ocupa cerca de 1500 minutos luz  de diâmetro, em detalhes sem precedentes, com resolução menor do que 40 minutos luz. A luz de baixa energia utilizada pelo ALMA também foi capaz de ver através de uma névoa de gás e poeira. O sistema HL Tauri está distante cerca de 450 anos luz da Terra. Estudar HL Tauri, pode nos dar dicas sobre como o nosso próprio Sistema Solar formou e evoluiu."

O ALMA é um rádio-observatório, ou seja, um observatório que ao invés de observar a luz visível que vem do Universo, observa ondas de Rádio, invisíveis aos nossos olhos. É composto por dezenas de antenas no deserto do Atacama no Chile.



Sistemas planetários como o nosso Sistema Solar, surgem de grandes nuvens de gás espalhadas pelo cosmos, chamadas de Nebulosas. É possível observar muitas dessas regiões em uma noite escura e paciência. Instabilidades nessas nuvens faz com que haja um acúmulo de massa em uma certa região. Esse "bolinho" de massa cresce ao atrair mais e mais partículas de regiões próximas. A parte mais densa de toda essa bagunça forma a estrela, que produz energia a partir da fusão nuclear quando atinge temperatura e pressão altíssimas em seu interior. 
Ao redor da estrela em formação, no chamado disco protoplanetário, quantidades menores de massa acumulam-se e dão origem aos planetas, como o nosso. Na região onde os planetas em formação estão caminhando, aparecem essas falhas, assim como aparecem falhas nas regiões dos anéis de Saturno onde há luas, como eu disse nesse post da semana passada. O resumo animado dessa lenga lenga que eu falei, está representada nesse vídeo, dá para ativar as legendas



Até então, as imagens que tínhamos para comprovar tudo o que falei, e que obviamente não fui eu que inventei, eram coisas desse tipo abaixo. Ambas são imagens de formação estelar na Nebulosa de Órion (fica ao lado das famosas Três Marias, ou o Cinturão de Órion). A primeira mostra  algumas regiões mais densas na nuvem, e a segunda dá um zoom naquela manchinha escura à direita da primeira imagem. Nela é possível ver claramente um disco protoplanetário, mas não com a riqueza de detalhes da imagem obtida pelo ALMA.


Ter uma imagem tão rica de detalhes como a do ALMA, comprova a teoria da formação planetária, e quem sabe não nos ajude a entender como o nosso próprio Sistema Solar se formou!



quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Xing Ling: Touca de Lobo

Eu já disse nesse post do elmo de crochê que eu preciso de toucas que tampem as orelhas para trabalhar no observatório, já que lá venta demais. E no inverno, se é que ainda existe essa estação, o negócio complica. Gostei dessa touca porque além de proteger as orelhas, ainda dá para proteger o pescoço ou as mãos!


Na foto acima não dá pra entender, mas olhe essas foto tosca de celular abaixo:

Isso mesmo, é uma touca com coisas compridas do lado e com bolsos no final! Dá para usar os bolsos penduradinhos assim como na foto ou enrolar essa parte comprida no pescoço e usar como cachecol.

Comprei a touca em 10 de junho neste link aqui por US$11,87. Tem várias opções de cores, admito que na época fiquei tentada a comprar a de panda, mas achei essa mais interessante essa com as pontinhas dos pelos pretos, fica um efeito super legal. pois as pontas escuras aparecem conforme as dobras do tecido ou o ângulo do qual se olha.

Uma falha que encontrei nela é não ter a estampa de "patinhas" dentro dos bolsos como nas fotos do anúncio, nada grave, já que eu mesma posso providenciar isso. De resto ela é perfeita, super macia e quentinha!


O vendedor postou super rápido a compra, mas chegou aqui em casa só no dia 10 de outubro, porra correios, 4 meses para entregar um pacotinho? Tá complicado... medo de as compras que eu fiz em agosto para o Natal não chegarem a tempo. =(




quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Astronomy Picture of the Week: Titã além dos Anéis

Minha vontade é de compartilhar todas as imagens do Astronomy Picture of the Day, mas escolho só a minha favorita da semana. Para essa escolhi essa bela imagem dos anéis de Saturno acompanhado da lua Titã.

Para ver texto e imagem originais aqui.

Tradução porca feita por mim:
"Quando orbitar Saturno, não se esqueça de prestar atenção nas empolgantes superposições de luas e anéis. Uma destas vistas pitorescas foi vista pela sonda Cassini, que agora orbita Saturno. Em abril de 2006, Cassini capturou os anéis A e F em frente da envolta em nuvens Titã. Próxima dos anéis e aparecendo acima de Titã estava Epimetheus, uma lua cuja órbita está fora do anel F. O espaço escuro no anel A é chamado de falha de Encke, embora um fraco e espiralado anel e até mesmo a pequena lua Pan orbitem ali."


Saturno é deslumbrante para qualquer pessoa que o observe mesmo com um telescópio pequeno. Fico feliz de viver em uma época em que sondas espaciais, lançadas ao espaço pelo homem, conseguem imagens maravilhosas como essa.

A lua Titã é a segunda maior lua do Sistema Solar, tão grande que possui uma atmosfera própria, como podemos ver na imagem acima, com um aspecto completamente diferente das demais luas como a nossa, que mostram somente uma superfície acidentada É um corpo complexo que possui até lagos de metano em sua superfície.

Os anéis de Saturno nada mais são do que pedaços de gelo, pedras e poeira orbitando o planeta. Todos os planetas gasosos (Júpiter, Saturno, Urano e Netuno) possuem anéis, mas são tênues e escuros, ao contrário dos de Saturno que são extensos e refletem muita luz do Sol, por isso é fácil observá-los com um pequeno telescópio. Nessas "falhas" dos anéis encontramos luas, as chamadas luas pastoras, que ajudam na estabilidade do anel. Aqui um vídeo que explica essa relação entre as luas pastoras e as falhas dos anéis.






sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Fazendo a sobrancelha, parte 2: corrigindo as falhas com lápis 6B

Depois de um longo e tenebroso inverno, eu volto para escrever a parte 2 do post de sobrancelhas (e ainda não me conformo de não ser sombrancelhas o certo!). Pra quem quiser, a parte 1 mostra como eu as tiro.

Antes de tudo, como eu tenho as taturanas meio rebeldes e que mesmo cortadas ficam descabelas, começo passando um pouco de rímel incolor nelas e esperando secar, assim ela fica arrumadinha no lugar


Na sequência uso um lápis 6B para correção, esses de papelaria mesmo e que custam menos de R$2,00. No momento estou usando o da Mercur, mas já usei o da Faber-Castell também. Caso você tenha a sobrancelha mais clara que a minha, pode tentar um lápis mais duro como o 2B ou 3B, que deixará um aspecto mais natural.


Com o lápis 6B eu preencho toda a sobrancelha, sempre desenhando no sentido do comprimento dos fios, como se estivesse desenhando pelinhos mesmo. Nas regiões onde há falhas é preciso aplicar um poquinho mais de força, só para ficar uma coloração uniforme mesmo.
Logo na sequência tem um passo que eu só faço quando me maquio de verdade, que é passar um corretivo em toda a volta da sobrancelha para deixá-la bem definida.



Depois de todos esses passos, a minha sobrancelha fica como na foto abaixo, ainda um pouco avermelhada por eu havia acabado de tirar, mas perfeitamente desenhada e sem parecer artificial demais.


Eu gosto muito do lápis 6B pois é fácil dosar, carregar e baratinho. Já fiz a correção das taturanas com sombra, mas sempre acho que fica um pouco artificial, além de dar um trabalho e ser fácil de borrar ao longo do dia. Se quiser fazer o teste da correção com lápis, tente com um que tenha na sua casa, o de escrever mesmo! Depois me contem o que acharam!