terça-feira, 9 de junho de 2015

Esmalte da Vez: Mistery Gray

A última das coisas que eu ganhei no combo de aniversário foi esse outro esmalte, o Mistery Gray do O Boticário. Ele tem a textura igual à do Mistery Purple, delícia de aplicar e bem facinho de limpar.


A cor dele de cara lembra um prego galvanizado, mas dependendo da luz fica mais claro, quase prateado. Tem uns brilhinhos verde e rosa no meio que faz com a cor mude ainda mais dependendo do ângulo.


O Mistery Gray durou bem menos que o Mistery Purple nas minhas unhas, mas não sei se foi culpa do esmalte ou se eu lavei louça demais aquela semana.



E agora acabaram os meus presentes de aniversário para testar. Chatiada! Quero mais presentes!

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Astronomy Picture of the Week: Supernova 1994D e um Universo Inesperado.

A minha vontade é de compartilhar todas as imagens do Astronomy Picture of the Day, mas escolho somente a minha favorita da semana. Para essa semana escolhi a imagem de uma supernova de um tipo bem específico e de suma importância para a astronomia.

Para ver texto e imagem originais, clique aqui.

Tradução porca feita por mim:
"Muito tempo atrás, muito longe, uma estrela explodiu. A Supernova 1994D, visível como um ponto brilhante no canto inferior esquerdo, ocorreu na periferia da galáxia NGC4526. Supernova 1994D não era interessante pelo quão diferente era, mas pelo quão similar era de outras supernovas. De fato, a luz emitida durante as semanas seguintes da explosão que a causou é  familiar de uma Supernova Tipo 1A. Se toda Supernova Tipo 1A tem o mesmo brilho intrínseco, quanto mais fraca a supernova parecer, mais longe ela deve estar. Ao calibrar com precisão a relação luminosidade-distância, astrônomos são capazes de estimar não somente a taxa de expansão do Universo (parametrizada pela constante de Hubble), mas também a geometria do Universo em que vivemos (parametrizadas por Omega e Lambda). O grande número e as grandes distâncias das supernovas medidas nos últimos anos, quando combinadas com outras observações, são interpretadas como indicação de que nós vivemos em um previamente em um Universo Inesperado."

/* Momento desabafo: Tem vezes em que eu leio os textos do APOD, releio, tento traduzir e fico meio desesperada tentando entender o que eles quiseram dizer com aquilo e vejo que os problemas com escrita não são exclusividade dos cientistas do meu instituto. Felizmente isso me dá mais ânimo para continuar escrevendo aleatoriedades no blog e amenizar a minha crescente ignorância na escrita.*/

Supernovas é o nome que damos para eventos que marcam a morte de uma estrela super massiva, quando a estrela não consegue mais produzir energia o suficiente através dos processos de fusão nuclear. Supernovas do Tipo 1A são diferentes e ocorrem em sistemas binários de estrelas, quando uma delas é uma estrela anã branca e a outra uma estrela gigante, ou uma anã branca menor do que a primeira. As estrelas anãs brancas são uma das coisas mais densas do Universo, uma colher de chá de uma anã branca pode pesar 5 toneladas. Essa alta densidade faz com que sua gravidade seja muito intensa e a estrela passe a canibalizar sua companheira, puxando material dela. Quando a massa da anã branca aumenta 1.4 vezes a massa do Sol, uma reação nuclear ocorre, fazendo com que a anã branca exploda. Esse limite da explosão é conhecido como limite de Chandrasekhar, nome do astrônomo indiano que a descobriu.


Como essa reação ocorre sempre com a mesma massa e do mesmo jeito, é possível usá-la como um padrão para estimar distâncias. Sabemos que a luminosidade cai com o quadrado da distância. Assim um objeto luminoso colocado o dobro da distância de um outro idêntico terá o brilho quatro vezes menor. Então é possível determinar a distância dessas supernovas comparando o quão fraco é o brilho dela em relação à outra cuja distância já sabemos.



No texto o autor fica brisando sobre como a determinação de distâncias pode ser usada para estimar a taxa de expansão do Universo e sua geometria, sei explicar isso bem mais ou menos, mas não farei isso aqui, se não esse post será infinito. Mas já apresentei uma palestra sobre o tema, caso queira saber um pouquinho mais, aqui vai o link para a página do observatório onde é possível encontrar os slides da palestra e o texto de apoio que escrevi. Minha palestra é a do dia 16 de maio. Não tem nenhum formalismo, mas pode auxiliar no entendimento de algumas coisas.

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Paleta de Sombras make B Universe

Ganhei de aniversário algumas coisas da coleção make B Universe do O Boticário, uma das coisas que vieram foi uma paleta com quatro cores de sombras lindas! São sombras com textura baked, que podem ser usadas secas ou molhadas. As cores são cinza chumbo, roxo, azul escuro e prata.



Primeiro usei as sombras cinza chumbo e roxa, o contraste delas juntas não fica muito bom, da próxima vez eu tento com elas molhadas ou alguma base cremosa por baixo, quem sabe assim as cores aparecem um pouco mais?



Batom roxinho da foto: Beringela da Dailus


Outro dia usei só a azul e a prateada, dá para ver que a prata é bem ralinha e deixa a pálpebra aparecendo, mesmo aplicando uma grande quantidade. Mas o azul eu amei, não fica muito chamativo, agora serei a doida da sombra azul!



Batom cinza azulado Bruna Tang da Tracta.


Nos dois dias em que eu usei as sombras, cheguei em casa com elas da mesma forma de quando eu saí, mas não fiz um teste de dia inteiro, só de algumas horas. Como eu raramente passo o dia todo maquiada, para mim é mais que o suficiente.

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Astrofotografia Fail: Região do Cruzeiro por uma pessoa que não consegue focar.

Ser cega é uma merda! Além da miopia, eu tenho um astigmatismo super alto e um olho com a córnea meio torta. Resultado: problemas demais na hora de focar qualquer coisa, microscópio, telescópio, binóculo, câmera...

Tive um super trabalho para me embrenhar no meio do mato para tentar essas fotos, eu não tenho carro, então tive de convencer meu pai a parar no meio da viagem para entrar em uma estradinha de terra e eu ter um céu perfeito. O céu estava perfeito, mas meu olho mais uma vez me enganou. Tirei dezenas de fotos, pareciam perfeitas, mas quando passei para o computador, deu vontade de chorar!


Completamente desfocado!! Acho que vou fazer uma marca com durex nas lentes da minha câmera, com a posição onde o foco é no infinito, não quero perder fotos e oportunidades de novo. Se não tivesse desfocada, seria uma foto linda!

Nikon D3200
18mm
f/3.5
10 segundos

Bom, vai ficar pra próxima viagem a tentativa de uma foto boa.

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Boca Colorida: Bruna Tang Tracta

Uns tempos atrás comprei algumas coisas da Tracta junto com uma amiga e no meio delas veio o batom Cinza da Bruna Tang para Tracta. Encontro batom cinza, mas não encontro meu batom roxo dos sonhos!

 

O único batom da Tracta que eu tinha era o Beauty and Brains e a acho a textura dele bem chatinha pra passar. Já o Bruna Tang é muito bom, apesar da cor exótica, fica perfeito com uma camada, não mancha e fica essa textura mais sequinha mas sem ser completamente matte.


Por algum motivo estranho, esse batom fica um pouco mais azulado dependendo da luz, mutante mesmo. Mas o que achei mais legal dele, é a possibilidade de misturar com outras cores e fazer um batom único e bem diferente. Na foto abaixo misturei ele com o Vamp da Avon.

Bruna Tang - Bruna Tang + Vamp - Vamp
Pra quem quiser o batom cinza, ele está à venda na loja da Tracta neste link.

terça-feira, 2 de junho de 2015

Esmalte da Vez: Mistery Purple

Amo esmalte roxo, odeio fotografar esmalte roxo! Ganhei o Mistery Purple do O Boticário nesse combo de presentes que ganhei de aniversário. Eu já tinha namorado o vidrinho na vitrine, mas resolvi deixar quieto. Para minha alegria, o esmalte não desistiu de mim! Ele é lindo demais!!


Ele é um roxo com a base meio azulada e com micro brilhinhos rosas e azuis, dependendo da iluminação ele fica azul ou mais avermelhado. Meio chatinho para passar, mancha um tanto, precisei de 3 camadas para ficar aceitável. Mas depois que secou ficou bem brilhante e demorou muito para lascar.


É o primeiro esmalte do O Boticário que eu usei, achei bom, mas não a ponto de pagar o tanto que é cobrado nele, ainda bem que pessoas fazem minha felicidade dando presentes! Semana que vem eu volto para mostrar o outro esmalte que eu ganhei.


segunda-feira, 1 de junho de 2015

Astronomy Picture of the Week: A Árvore Galáxia


A minha vontade é de compartilhar todas as fotos do Astronomy Picture of the Day, mas escolho só uma por semana. Essa eu já fiquei tentada a escolher pela beleza, tive certeza de que ela seria a escolhida depois de ler com cuidado o texto e perceber todo o cuidado que o fotógrafo teve para consegui a foto perfeita.


Para ver texto e imagem originais clique aqui.

Tradução porca feitar por mim:
"Primeiro vieram as árvores. Na cidade de Salamanca, Espanha, o fotógrafo notou o quão distinta era a vista do bosque de carvalhos depois de serem podados. Depois veio a galáxia. O fotógrafo ficou acordado até as duas da manhã esperando enquanto a Via Láctea subia acima do nível do majestoso carvalho. Dessa perspectiva cuidadosamente escolhida, a faixa de poeira da galáxia parece ser uma continuação natural dos galhos da árvore. Por último veio a luz. Um flash foi usado do lado oposto da árvore para projetar uma silhueta. Por coincidência, outras árvores também apareceram com silhuetas similares no horizonte relativamente brilhante, Essa imagem foi capturada em um frame único de 30 segundo no começo do mês e processada digitalmente para realçar a Via Láctea"

Sempre que vejo um céu repleto de estrelas como este, fico admirada mas ao mesmo tempo perdida. Quando o céu é tão cheio de pontinhos brilhantes é mais complicado encontrar as constelações. Por sorte o fotógrafo nos fez o favor de facilitar a identificação, traçando as linhas das constelações.



Queria me aplicar mais à fotografia, queria ter a capacidade de conseguir tirar uma foto dessas, mas tenho certeza de que enquanto eu continuar na física, não terei tempo para isso.


sexta-feira, 29 de maio de 2015

Máscara para cílios 2 em 1 - make B Universe

No meu aniversário, além do Globo Celeste mais lindo, eu ganhei várias outras coisas, mas aqui só mostro o que tem a ver com o blog. Ganhei do técnico do laboratório de eletrônica e da esposa dele um pacote com maquiagens e esmaltes do O Boticário. Além de serem coisas que eu adoro, ainda são da coleção Universe, com embalagens de nebulosas e inspiração em astronomia. Sempre que eu ganho umas coisas assim, penso que eu sou uma pessoa muito boa para presentear, porque na maioria das vezes acertam!

Ganhar presentes em um Instituo de Física = livro de eletromagnetismo embaixo da foto de celular.
Vieram dois esmaltes que mostrarei nas próximas duas semanas no Esmalte da Vez, uma paleta de sombras e um rímel com duas cores. Hoje eu vou mostrar a máscara dois em um, que achei bem legal!
A máscara vem com duas pontas, uma azul e outra preta. Vem a mesma quantidade das duas e rola usá-las separadas ou fazer um efeito de cílios com pontinhas coloridas.


Tentei fotografar o pincel dos dois lados, mas meu! É muito difícil, como vocês conseguem fotografar isso? 

O lado azul é um pincel de silicone com cerdas mais curtinhas. O azul é muito intenso e bonito, eu nunca tinha usado um rímel colorido que mostrasse tanto a cor como esse. É lindo demais e eu uso ele sozinho numa boa.



Já o lado preto tem cerdas normais e pincel bem gordinho, do tipo que eu acho meio difícil de usar no meu olho gordinho. Mas a qualidade é sensacional! logo na primeira camada já pega bem nos cílios e deixa bem pretinho. Na foto estou com duas camadas.



Eu nunca tinha usado máscara do O Boticário, e sério, estou surpresa e apaixonada pela qualidade! Pretendo comprar outras para testar conforme as que tenho aqui em casa forem acabando, vou testar da Eudora também, já que as duas são do mesmo grupo.

Na próxima semana eu mostro um dos esmaltes e a paletinha de sombras.




quinta-feira, 28 de maio de 2015

Meu gosto excêntrico: Trakinas Colorida

Com exceção de Passatempo, eu não sou muito fã de bolachas recheadas hoje em dia. Mas houve um tempo em que eu era apaixonada por Trakinas, especificamente as Trakinas coloridas.


Eram três sabores cores. A amarela de banana, a verde de limão e a vermelha (rosa) de frutas vermelhas, que eu sequer consegui encontrar imagem! Elas tinha o colorido que eu colocava com muita anilina em todas as minhas receitas e que todos se recusavam a comer. 

Eu adoro essas comidas que não parecem naturais e são coloridas de forma psicodélica. Estranho é que eu não gosto das comidas que são naturalmente coloridas, como frutas, verduras e legumes.



Na verdade, elas não tinham gosto de nada, assim como a maioria das bolachas, mas eram tão felizes! O vão dos dentes ficava todo colorido depois do lanche. Certeza que esse monte de corante devia fazer mal, mas e daí? Queria tanto que voltassem...


terça-feira, 26 de maio de 2015

Esmalte da Vez: Eletro Night

Depois que eu usei o Dance Música da Anita, fiquei morrendo de vontade de ter outros esmaltes da marca com o mesmo acabamento. Quando fui na perfumaria, encontrei o preto. Eu já tenho um esmalte glitter forte da Hits, o Rocker Chic, mas esse é um pouco diferente. Ele tem uns brilhinhos prateados que no da Hits só aparecem no dia seguinte depois de lavar as mãos um tanto.


Ele é o mesmo esquema do Dance Música, base levemente colorida e muito glitter. Pra limpar os cantinhos não é chato, mas para limpar depois, é uma desgraça!


Na luz natural ele fica ainda mais bonito, os brilhinhos prata aparecem ainda mais. Aguentou bem 5 dias na minha mão sem lasquinhas. Na próxima ida até a perfumaria vou tentar conseguir o roxinho, deu vontade!



segunda-feira, 25 de maio de 2015

Astronomy Picture of the Week: Aglomerado Globular 47 Tuc

Primeiramente: FELIZ DIA DA TOALHA! A minha vontade é de compartilhar todas as imagens do Astronomy Picture of the Day, mas escolho só a minha favorita da semana. 


Para essa eu escolhi um aglomerado de estrelas lindo. Nós do hemisfério sul temos a sorte de conseguir observar os dois aglomerados globulares mais brilhantes do céu.

Toda vez que vejo esse aglomerado, lembro-me de quando um amigo mostrou esse aglomerado para um gringo. O cara começou a chorar, pois ele fez anos de pesquisa em estrelas variáveis neste aglomerado, mas nunca tinha visto realmente como ele parecia. Trabalhar com divulgação de astronomia pode ser emocionante demais, sempre tem situações em que as pessoas nos deixam imensamente felizes.


Para ver texto e imagem originais, clique aqui.

Tradução porca feita por mim:
"O aglomerado globular 47 Tucanae é uma caixa de jóias do céu do Sul. Também conhecido como NGC104, percorre o halo da nossa Via Láctea junto com outros 150 aglomerados globulares. O segundo aglomerado globular mais brilhante (depois de Omega Centauri) é visto do planeta Terra, 47 Tuc está a cerca de 17 mil anos luz de distância e pode ser notado à olho nu próximo da Pequena Nuvem de Magalhães, na constelação do Tucano. O denso aglomerado é feito de centenas de milhares de estrelas em um volume de apenas 120 anos luz de extensão. Observações recentes mostraram que as anãs brancas de 47 Tuc estão em processo de serem gravitacionalmente expelidas para outras partes do aglomerado devido a sua relativamente baixa massa. Outras estrelas coloridas de baixa massa, incluindo as gigantes amarelas e avermelhadas são fáceis de ver na periferia do aglomerado nessa recente imagem telescópica do Telescópio Espacial Hubble."

Eu já mostrei um aglomerado aberto, o aglomerado da Borboleta ou M6. Já esse aglomerado e hoje, é do tipo globular, Ele possui esse nome pois na ocular do telescópio ele realmente tem aspecto de globo. Diferentemente dos aglomerados abertos que possuem poucas estrelas, os globulares tem números enormes distribuídos na forma de esfera. A região central deles tem tantas estrelas que nem é possível ver o outro lado, fica esbranquiçado. Os aglomerados globulares formaram-se na mesma época que nossa galáxia, o formato de globo deve-se à grande quantidade de corpos interagindo gravitacionalmente.

 As pessoas que vão ao observatório e observam um aglomerado globular pela primeira vez soltam somente uma expressão de "aaaah, essa manchinha". Mas quando falamos que essa manchinha tem centenas de milhares de estrelas e que se olharem com atenção nas bordas, conseguirão distinguir alguns pontos, aí sim elas ficam impressionadas!

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Gordice: Docinho bicho de pé

Eu ando meio retardada e esquecida. Tenho feito altas culinárias e esqueço de fotografar. Mas vou tentar me lembrar das próximas vezes.

Bicho de pé, puta nome feio para um doce! Eu lembro que quando eu era criança tinha um Moça Fiesta que era de morango, eu adorava e como tudo o que eu adoro, saiu de linha. ¬¬








Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1 caixinha de gelatina de morango (ou o sabor que você quiser)
Confeitos ou açúcar cristal








Coloque o leite condensado em uma panela e espere até que ele comece a esquentar, ele ficará um pouquinho mais mole do que quando você tirou da lata. Nesse momento adicione a gelatina, não precisa ser a caixinha inteira, vai do seu gosto.


Parece que vai dar tudo errado, a gelatina fica toda empelotada, mas não vai não. Misture com vontade que aos poucos a gelatina vai diluindo, faça isso até que comece a soltar do fundo da panela. Na sequência coloque em um prato para esfriar.
  


Dá para ver que ele fica bem consistente por causa da gelatina, caso queira ele mais molinho, é só cozinhar menos. Mas esse ponto é que é o bom para enrolar. Eu enrolo os docinhos na colher mesmo e arrumo o formato depois que passo o confeito. Nesse caso fiz com confeito vermelho para ficar parecendo comida de mentira! 



Apesar do nome feio pra caramba, ele é muito gostoso e fácil de fazer. Só aconselho que caso você vá procurar ideias para enfeitar seu bicho de pé no Google, digite "doce bicho de pé", se não coisas nojentas podem aparecer.

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Boca Colorida: Hipnose Ricosti

Passei esse batom na frente de um monte de outras coisas que estou enrolando para escrever. Vi esse lindo em uma postagem na página do face do Nox et Lux e falei pra Sandila que depois dava um alô para contar como ele é.


Assim como o Sapatilha da Dailus, esse também fica super manchado, mas eu já mostrei o truque que aprendi no próprio Nox et Lux de como tentar amenizar essas falhas com um batom cremoso por baixo, pra quem quiser saber, tá aqui.


Essa foto aí de cima, foi assim que abri a caixinha e quis testar, esse é o aspecto dele com uma camada direto na boca. Depois fiz o teste passando o batom Giga Purple da Eudora por baixo e duas camadas do Hipnose por cima. O resultado foi esse aqui:


Usado dessa forma o resultado é bem legal, não fica 100% matte, mas o acabamento é gostoso. Não trincou durante o tempo que usei, comi nuggets e não saiu quase nada. Então está aprovado. Na cara de bolacha gostei do resultado.


Mas o melhor desse batom para mim (prioridades), é que ele é capaz de deixar o batom Vamp da Avon assim como vemos no catálogo. Acho que todo mundo que gosta de batom roxo comprou o Vamp e ficou frustrado pelo tanto que aquele batom mancha! Mas por cima do Hipnose ele fica perfeito!!


Passei bem mais ou menos o Vamp por cima do Hipnose e já deu pra ver a cor que ficou. Amei! Acho que essa será a forma que eu mais vou usar esse batom.

Para quem quiser comprar, ele vende no Mais Vaidosa por R$14,99. Comprei em um dia, chegou dois dias depois, super rápido e preço bom.





A minha tinta de muitos anos: Bigen 1.0 Preto Azulado

Sempre me perguntam se meu cabelo é preto assim mesmo, acho que deve ser por causa da sobrancelha super grossa e escura. O fato é que meu cabelo não é preto, ele é castanho e dependendo da quantidade de Sol que toma, ganha umas colorações alaranjadas bem esquisitas. Eu pinto meu cabelo de preto tem uns 10 anos, já passei por várias tintas mas a única que deu realmente certo no meu cabelo foi a Bigen.


Bigen é uma tinta muito antiga, lembro dela de quando eu era criança, tinha o desenho de uma japonesinha na caixa e tals, ela é vendida em mais de 70 países. E também é uma tinta muito barata, custa menos de 9 reais, o que para mim é ótimo, já que tenho o cabelo gigante e super volumoso. Para pintar o cabelo todo, uso 4 caixinhas.

Ela é bem diferente das outras tintas, é um pózinho que você mistura com água da torneira, isso mesmo, água! Quando eu passava outras tintas que tinham água oxigenada ou amônia, ficava morrendo de coceira na cabeça, com Bigen esse problema acabou.

Na caixa vem o pózinho, um medidor, luvas, manual e um creme para tratamento pós tintura. Como não vem um recipiente para mistura, você precisa providenciar um. 

Conteúdo da caixa.

Pózinho de tinta.

Eu sou uma pessoa bem estabanada pintando o cabelo e minha habilidade com o pincel é nula. Então para facilitar, eu compro uma bisnaga daquelas de colocar maionese na lojinha de 1 real e coloco o pózinho e tinta dentro e espalho pela cabeça com a ajuda dos dedos. Ao contrário do que parece, a tinta não é mole, ela fica com textura cremosa e bem escura, então dá para saber onde você está passando e se cair algum respingo no rosto você consegue tirar na hora antes de manchar.


Olha aí o antes e depois do meu cabelo. Fica bem pretinho como eu gosto e brilhante. O creme de tratamento deles não é lá grande coisa, mas ajuda a dar uma amolecida pós tinta. Não acho que a tinta resseque o cabelo ou qualquer coisa do tipo, a textura é a mesma antes e depois.


Sobre a durabilidade, é praticamente eterna! Eu só retoco a raíz a cada uns 4, 5, 6... meses. E uma vez por ano repasso no cabelo todo, pois alguns pedaços ficam ligeiramente mais claro. Mas minha mãe diz que é neura da minha cabeça e que meu cabelo continua bem pretinho.

Ela é uma tintura permanente, então para tirar só descolorindo mesmo. Muita gente pergunta se tem chumbo na composição, mas não tem! Eu não entendo muito de produtos de cabelo, mas uso Bigen tem uns 7 anos e continua funcionando legal.