sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Xing Ling: Chapéu Fedora

Fedora é o típico chapéu de mafioso, usado pelo Al Capone e aparece muito no filme O Poderoso Chefão. Eu sempre quis ter um para chamar de meu, para usar por aí com sobretudo, mas nunca comprei por achar caro demais, até o momento em que conheci o Aliexpress!

Al Capone sendo fichado com seu chapéu estiloso e terno risca de giz.

Encontrei um Fedora de feltro como eu queria no Aliexpress, comprei no dia 12 de Outubro com esse vendedor por US$6,98. O vendedor postou rápido o produto e chegou aqui em casa em 27 de novembro, até que foi rapidinho. Mas a minha alegria que veio com o "saiu para entrega" acabou quando peguei o pacote na mão. Ele veio na situação abaixo:



Todo amassado, claramente o pacote foi aberto e depois passaram uma fita por cima para fechar. Antes mesmo de abrir eu já imaginei a situação em que meu chapéu estaria lá dentro. E o que tirei do pacote foi essa coisa aí de baixo.
 



Me deu vontade de chorar ao ver o chapéu tão amassado assim! Mas dei uma pesquisada sobre como fazer manutenção em chapéu de feltro e descobri que vapor de água pode ajudar a dar forma. Coloquei uma panela de água no fogo e fiquei ali do lado, por muito tempo passando o chapéu no vapor e tentando tirar o amassado com as mãos.



No fim o resultado foi esse abaixo, desisti de continuar porque o calor estava insuportável, enquanto não voltar a fazer frio eu não pretendo mais tentar desamassar o chapéu. Admito que ele melhorou muito, mas ainda tem um bom tanto para melhorar antes de usar.

  

Tirando o incidente do chapéu ter sido detonado no transporte, achei que foi uma compra feliz. A qualidade do chapéu é muito boa, o feltro é firme e bem quentinho. Espero poder usá-lo em algum momento no inverno, se é que o inverno um dia voltará.



Agora falta um sobretudo de mafioso para completar o visual que eu preciso para quando for entrar atirando em algum lugar.

 

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Dica: Star Wars na Riachuelo


O post de hoje é uma dica para quem não passeia muito em shoppings, como eu. Estava eu passeando no shopping aqui em São Carlos esses dias, quando dou de cara com um stormtrooper na vitrine da Riachuelo. Lógico que cresci os olhos e tive de entrar. Acontece que a Riachuelo está com uma coleção de produtos inspirados em Star Wars!



Arrematei uma camiseta com os personagens icônicos e uma cueca cheia de caças estelares, que eu usarei como short. Ah, a foto é de celular, por isso a qualidade ainda pior do que o normal.



A camiseta custou R$29,90 e a cueca R$25,90, achei o preço digno considerando o absurdo que normalmente gastamos em produtos Star Wars. Ainda tá rolando uma promoção na compra de duas peças, concorrendo a uma viagem com acompanhante para o Star Wars Celebration que acontecerá na Califórnia.

Para quem quiser ver mais alguns produtinhos, tem aqui, mas vale avisar que na loja eu vi produtos que não estão no catálogo do site, então vale à pena dar uma passada nas lojas.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Nativa Spa Ameixa de O Boticário

No Natal do ano passado ganhei do meu namorado esse kit com três produtinhos de O Boticário. Eu tenho a pele seca, muito seca! Ele se lembrou de que eu vivo reclamando disso e me deu cremes! Adorei porque é super útil, cheiroso e porque ele lembrou do que eu falei!


A linha Natura Spa tem vários produtos e dá para montar o kit do jeito que você quiser, ele montou com um hidratante para o corpo, um para os pés e um sabonete líquido. Todos eles tem um cheirinho de amora, que por algum motivo eles chamam de exótico. Vai saber o porque, amora dá todo ano, é verdade que dependendo de onde você mora dá pouco, mas que dá dá!

Começando pela loção cremosa hidratante. É um hidratante com textura normal, hidrata bem mas depois de um tempo eu preciso repassar, mas como já disse, minha pele é muito, muito seca. A embalagem é de pump e sai a quantidade ideal de produto para passar em um braço inteiro ou meia perna.



O sabonete é o que eu mais gostei de todos, é muito cheiroso! Ele é bem transparente e com a textura de gel, mas no meio tem um monte de bolinhas vermelhas que somem conforme você vai esfregando e faz uma espuma gostosa, adorei!


Por último o creme para pés, ele tem o mesmo cheiro da loção para corpo, mas a textura é bem diferente. Parece um danoninho, daqueles bem firmes, ao passo que a loção lembra aqueles iogurtes mais líquidos, é até um pouco difícil de tirar da bisnaga, tem de espremer com bastante força. Ele é também um pouco mais hidratante do que a loção para corpo, mas ainda assim sinto meus pés ressecados depois de um tempo.


 Não sei se esses produtos só são vendidos em determinadas épocas ou o ano inteiro, achei deselegante procurar no site e saber o preço de presente. Adorei o cheiro, muito bom e creio que para pessoas com a pele menos ressecada eles devem funcionar super bem, é que na minha só funciona mesmo os hidratantes que a dermatologista indica e que custam pequenas fortunas, como o Fisiogel que custa R$120,00 por 100ml e que além de tudo nem cheiro tem. Prefiro ter de passar mais vezes ao dia e ficar cheirosinha!


terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Esmalte da Vez: Miragem Azul + Glitter L.A. Colors

Continuando a série "sou ryyyca", mais um vidrinho dos que eu ganhei em janeiro direto dos States. Não sei o nome do glitter, procurei muito no site da L.A. Colors e nas imagens do Google, mas nada de encontrar o nome desse e do que mostrarei na semana que vem, só sei que eles são daqueles kits com vários mini esmaltes que eu acho lindinho!


Usei o glitter por cima do Miragem Azul da Colorama, que é lindo no frasco, mas tosco nas mãos. No vidro ele é um azul bem escuro e cintilante lindo lindo, nas mãos ele fica preto, nem com muito Sol ele fica esse azul bonito, não sei o que acontece.



Já o glitter é lindo tanto no vidro como nas mãos, é uma mistura de filetinhos azul turquesa, hexágonos azul royal e magenta de tamanhos diferentes em uma base transparente, bem bonito mesmo! 



Só é meio ruim pra passar porque a base é bem grossa e com textura de geleia, os glitters tem de ser meio caçados dentro dela, precisei de duas mãos para dar o efeito que eu queria, demorou muito pra secar e lotou de bolinhas. Uma pena já que o glitter é lindo, mas bom que assim eu dou uma economizada nos menos de 5ml desse vidro fofo!

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Astronomy Picture of the Week: Crateras Escuras e Manchas Brilhantes Reveladas no Asteroide Ceres

Olá! Depois e uma semana ausente, cá estou eu, de volta do carnaval e finalmente de volta às aulas, que começam hoje. Nada melhor para começar com ritmo mais um ano na física (e eu espero que seja o penúltimo) do que um pouco de astronomia. 

Como não dá para ficar publicando todas as imagens do Astronomy Picture of the Day, vai a minha favorita da semana. Para essa escolhi uma imagem que parece borrada e desfocada. E de fato, apesar de ela não ser uma imagem linda, ela é muito mais bonita do que sua antecessora.

Para ver texto e imagem originais, clique aqui.

Tradução porca feita por mim:
"O que são essas manchas brilhantes no asteroide Ceres? Conforme a sonda espacial robótica Dawn (Amanhecer) se aproxima do maior asteroide do cinturão principal, o quebra-cabeça se complica. Novas imagens nítidas tiradas na última semana e divulgadas ontem (18 de Fevereiro) indicam, como esperado, que a maior parte da superfície do planeta anão Ceres é escura e cheia de crateras como nossa Lua e o planeta Mercúrio. Entretanto as novas imagens não indicam claramente a natureza das manchas brilhante embora muitas delas pareçam realmente existir. As manchas enigmáticas foram notadas primeiramente no Texas algumas semanas atrás durante a aproximação de Dawn. O mistério intrigante deverá ser resolvido rapidamente conforme Dawn continua a avançar em direção a Ceres, estando no cronograma para entrar em órbita no dia 6 de Março."

Como eu disse ali em cima, parece ser uma foto terrível, mas só a título de comparação, olha a imagem de Ceres que eu uso, aliás usava, nas minhas palestras no Observatório:


É uma grande diferença, e fico feliz quando estudam um pouco mais a fundo objetos conhecidos há muito tempo, como Ceres.

Ceres foi descoberto em 1801 e desde então já foi chamado de cometa, planeta, planeta anão e asteroide. Hoje ele é considerado um planeta anão, redondinho como os demais planetas, orbitando o Sol antes de qualquer outra coisa, mas possui sua órbita cheia de objetos que podem atrapalhar o seu caminho, neste caso o Cinturão Principal de Asteroides, localizado entre as órbitas de Marte e Júpiter. O mesmo acontece com Plutão, que quando eu era criança, era considerado um planeta, mas foi reclassificado após encontrarem objetos de dimensões comparáveis na região da sua órbita, hoje conhecida como Cinturão de Kuiper.


sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Participação no aniversário de 2 anos do Chame do que Você Quiser

Como eu disso no post de ontem, aqui vai minha tentativa de tutorial de maquiagem para o especial de 2 anos do Chame do que Você Quiser. Além disso tem uma músiquinha da minha adolescência... aff! Quem quiser conferir, clica aqui.



Produtos que já mostrei aqui no blog e estão nesse tutorial:

Com o tempo se eu tiver paciência, mostro os outros aqui também. Bom fim de semana de carnaval para todo mundo!

Sombra Preta Elke, a minha sombra favorita.

Sombra preta é um negócio que eu uso muito desde que tenho uns 13 anos de idade, então já testei algumas marcas que estavam ao meu alcance, como Vult, Dailus, Avon, Nyx, Coastal Scents, Koloss etc. Mas a minha sombra favorita segue sendo a da Elke.


Ela é muito preta, mesmo quando usada sem nenhum primer. Esfarela um pouquinho mas nada terrível, já que eu deixo para fazer o olho antes da pele, aí é só tirar o que caiu e seguir em frente. A embalagem dela é do jeito que eu gosto, de rosca. A sombra anterior que eu tinha da Elke, me acompanhava em viagens e minhas sombras sempre quebram na mala, e nesse caso a tampinha rosqueada faz bem o trabalho de não deixar o pó espalhar dentro da minha necessaire. Mesmo quebrando diversas vezes e recompactando com álcool isopropílico a antiga continuou cumprindo seu papel de sombra preta muito boa



No final do ano passado então eu resolvi que estava na hora de ter uma nova sombra preta da Elke, foi uma dificuldade encontrar, antigamente eu comprava nas lojas Americanas ou Extra, mas dessa vez só encontrei mesmo na Netfarma, mas agora está esgotada. Paguei R$11,35.


Abaixo uma foto antiga de maquiagem feita só com a sombra da Elke. Quando vou em algum show em que sei que vou suar demais, passo alguma base cremosa por baixo dela, aí aguenta uma noite inteira de mosh e bate cabeça. 


Para quem quiser ter uma noção do quão preta ela é, segue essa comparação da Marina do 2Beauty. Ela é menos preta que a da Catharine Hill, mas não fica muito atrás não. E considerando o preço dela, tá ótimo!


quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Boca Colorida: Batons Menow (Velvechinas)

 Mostrei esses dias os batons Xing Ling da marca Menow que chegaram aqui em casa, agora venho mostrar um pouquinho mais deles.


 A embalagem deles é muito simpática, parecem tubos de ensaio! Sempre que via o Franjinha nas revistinhas com aquele monte de vidraria, pensava que um dia ia querer usar essas coisas. No fim fui fazer física e o máximo que brinquei com vidrarias foi durante o laboratório de química. Ao menos usei um tubo de ensaio uma vez na vida. 

O aplicador dele é igual aplicador de gloss e dos outros batons líquidos. Eu comprei as cores 3, 28 e 33.

A cor 3 é um rosa que em um primeiro momento parece ser cor de boca rosadinha, mas quando seca fica um pouco mais claro, mas não chega a ficar com cor de danoninho. Seca bem matte. A primeira vez que usei esse batom foi um dia em que dei palestra, e depois de falar sem parar por cerca de 40 minutos senti ele meio que repuxando na boca. Para ajudar depois rolei em um parmegiana com batata frita e ele trincou inteirinho. Ok, foi um teste meio extremo, mas vi que para esses casos de falação e gorduras ele não aguenta. Usei de novo um outro dia em casa, sem falar demais e sem coisas gordurosas, nesse caso ele durou o dia inteirinho.



A cor 28 é um vermelho da vida, aberto, sem laranja nem rosa de fundo, lindo lindo! Ele é mais claro que o Ballet da Dailus e bem parecido com o Red Kiss da Eudora, mas  fica bem mais lisinho do que os dois. Não aparece nenhuma manchinha de aplicação nele, nem em foto e nem na realidade. Comi batatas fritas e bebi um tanto com ele na boca e aguentou bem. Vermelho aprovado!



Por último o 33. Esse foi um misto de alegria e decepção. Alegria por ele não ficar todo manchado como o Sapatilha da Dailus. Nas fotos ele até parece meio manchadinho, mas olhando nem aparece. Decepção por ele não ficar absurdamente matte como eu esperava. Sei lá, ele tem a mesma textura de batons nacionais que eu tenho ditos como "matte".




Todos eles são fáceis de aplicar com pincel de boca, o aplicador do próprio batom eu acho bem difícil de usar, porque deixa as camadas grossas e dificulta demais o contorno. Eles secam rápido, então a aplicação tem de ser rápida também. Mas sem sombra de dúvidas achei a aplicação mais tranquila do que os batons líquidos nacionais. Pra tirá-los da boca é um pouco complicado, precisa de um demaquilante oleoso, mas se você for como eu que só tira a maquiagem lavando, um pouquinho de azeite em um algodão dá conta. O mesmo vale para lavar o pincel de boca que você usou para aplicá-lo. Fica tudo grudendo e é preciso algo oleoso para tirar o excesso antes de lavar.

Concluindo: aprovados demais, tanto que já encomendei outras 3 cores com o tio Aliexpress, no aguardo de que cheguem logo. Outra conclusão é que cada foto minha eu saio com uma cara mais bizarra do que a outra!

P.S.: Tem tutorial da maquiagem dessa última fotografia amanhã no blog da Cah do Chame do que você quiser, em comemoração ao aniversário de 2 anos do blog. Posto aqui o link na sexta.


quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Coisas que eu não entendo: Amigos que começam a namorar e somem.


Essa coisa que eu não entendo, é realmente algo que me incomoda e está me incomodando atualmente. Não tenho nem imagem para ilustrar esse post, a minha vontade é de colocar a cara das pessoas que já fizeram isso comigo aqui, mas serei um mínimo sensata.

Poxa, você é amiga de uma pessoa durante anos e você pensa que sempre poderá contar com ela para tudo, seja para chorar, para fazer gordice, para ficar jogando conversa fora e dando risada. Aí essa pessoa começa a namorar e simplesmente some! 



Esse sumir pode ser de muitas formas, pode ser viajar e ficar um mês na casa do namorado e nem te avisar, aí você vai tocar a campainha e dá de cara na porta. Pode ser deixar de sair contigo para sair somente com a namorada ou namorado. Pode ser dificultando todas as formas de contato que vocês tinham anteriormente, não dando as caras no chat do Facebook nem respondendo mensagens no celular.



Pior ainda é quando você encontra essa pessoa e ela fica com cara se bunda pra você, como se toda a amizade que tiveram nunca tivesse existido. Acho que um grande defeito meu é querer que as pessoas tenham comigo a mesma consideração que eu tenho por elas. 



Eu não consigo mesmo entender isso! Eu sempre tento conciliar todas as pessoas que estão ao meu redor, seja namorado, amigo. Sempre gostei de misturar todos no mesmo ambiente e aproximar as pessoas de quem gosto para que eu não tenha de me afastar de nenhuma. Eu sempre penso que hoje eu posso estar namorando, mas quem garante que em algum momento eu não voltarei a ficar solteira? E aí? Vou ficar em casa sozinha me lamentando por não ter mais os amigos que deixei? Jamais!

Uma coisa que eu não me arrependo é de ser uma pessoa que não esquece as coisas e egoísta quando preciso, as pessoas que já fizeram isso comigo e depois levaram pé na bunda, vieram correndo chorar na minha orelha. Para essas pessoas eu posso até escutar o chororô, mas a amizade e confiança jamais voltarão a ser o que eram antes. 

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Esmalte da Vez: Royal Romance


Começando 4 semanas de ostentação, fazendo de conta que eu sou ryyyyca e tenho esmaltes importados. Na verdade continuo pobre de dinheiro, mas rica de parentes e amigos que lembram-se de mim e do meu vício de esmaltes durante suas viagens. Ganhei 4 vidrinhos em janeiro, e agora vou mostrá-los por aqui. O primeiro deles é o Royal Romance da Sally Hansen, marca americana bem conhecida.



O Royal Romance tem uma cor que me lembra um doce da minha infância e que só recentemente eu descobri o que era, o manjar de vinho. Estranho como eu me lembrava do gosto e da cor de algo que eu não sabia o que era, mas ao colocar na boca imediatamente me veio a lembrança de coisas gordas na casa da minha vó Maria.
Enfim, voltando ao esmalte, ele é rosa com um pouquinho de roxo e um brilhinho meio dourado que eu não consegui fotografar.No Sol ele fica um pouquinho mais lilás, mas a cor continua linda.


No entanto ele é infernal para passar! Foram 3 mãos para ficar bonitinho, e enquanto eu assistia um episódio de Os Simpsons ele simplesmente lotou de bolinhas, tive de passar uma camada bem grossa de top coat por cima para conseguir disfarçar um pouco. Não sei se as bolinhas foram por conta do calor de quase 40º que estava fazendo em Ubatuba na época, mas fiquei bem chateada. Tadinho, deve ter traumatizado de ter saído dos -2ºC de Nova York na época e ter vindo parar no inferno brasileiro. 

Além de ser terrível de passar, ele também era fedido! Sabe aquele fedido de esmalte de cheiro doce que eu já falei outras vezes? Então, é esse! Odeio esmalte com cheiro que não seja de esmalte!


Agora o vidrinho é um show! Dá a impressão de que foi lapidado como um diamante, tem uma tampa prateada bem bonita e essa pedrinha, um detalhe fresco mas que achei bem bonito. Sempre que ganhou esmaltes de coleções de fora assim, eu fico com vontade de saber quais eram as outras cores, achei essa imagem com alguns deles e me apaixonei pelo Save the Date e o Black Tie, queria muito, mas como não viajarei até os states e nem terei grana para comprar aqui, deixa quieto. Outro que amei foi o Glass Slipper, vejam aqui. Até me lembra as escamas de peixe de quando minha vó Laura limpava peixe no quintal!

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Astronomy Picture of the Week: Mares de Titã Refletem a Luz do Sol

Minha vontade é de compartilhar todas as imagens do Astronomy Picture of the Day, mas escolho só a minha favorita da semana. Para essa escolhi uma imagem que a primeira vista pode nem parecer muito interessante, mas observando melhor, mostra que até uma Lua pode ter clima e geografia que se assemelham à Terra, pelo menos em uma primeira olhada. Observando mais a fundo, vemos que o negócio é um tanto diferente.


Para ver texto e imagem originais, clique aqui.

Tradução porca feita por mim:
"Por que a superfície de Titã está brilhando com um flash cegante? A razão: a luz do Sol em mares líquidos. A lua de Saturno Titã tem numerosos lagos de metano que, com o ângulo certo, refletem a luz do Sol como se fossem espelhos. Mostrada aqui em cores falsas, a sonda robótica Cassini que está orbitando Saturno fotografou Titã coberta de nuvens no último verão em diferentes bandas de luz infravermelha. Essa reflexão espetacular foi tão brilhante que saturou uma das câmera de infravermelho da Cassini. Embora a luz do sol fosse irritante, ela também foi útil. As regiões refletindo confirmam que o norte de Titãs abriga um grande e complexo conjunto de mares com geometria que indica períodos de evaporação significativa. Durante suas numerosas passagens pela mais misteriosa lua do Sistema Solar, Cassini tem revelado que Titã é um mundo com um clima ativo, incluindo vezes em que chove uma versão liquefeita do gás natural."

Saturno além de seus lindos anéis, também tem muitas luas, atualmente são 62 confirmadas. Algumas delas são bem interessantes, mas a mais intrigante é Titã. 

Titã é a segunda maior lua do Sistema Solar e a única lua que conhecemos até hoje que tem atmosfera e um clima que varia bastante chegando a chover. Mas ao invés de chuva de água como conhecemos aqui, é chuva de metano no estado líquido. Aqui na Terra encontramos o metano no estado gasoso mas nos cercas de -200ºC de Titã, ele muda de estado físico.

Todas as belas imagens e informações que temos de Titã nos são passadas pela sonda Cassini-Huygens, que na verdade são duas sondas em uma. As duas foram lançadas juntas, mas ao chegar em Saturno, enquanto a Cassini continuou orbitando o planeta dos anéis, Huygens foi lançada em direção à Titã e tornou-se o primeiro objeto humano a pousar em um corpo do Sistema Solar exterior.




sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Gordice: Sal Verde

Nem é gordice, mas como está na categoria de receitas, vai aqui mesmo. O sal verde nada mais é do que um sal misturado com temperinhos, facilita na hora de cozinhar, principalmente quando você está com preguiça de picar outros temperos.








Ingredientes:
Temperos desidratados de sua preferência, eu escolhi os que mais gosto:
Orégano
Manjericão
Cebola, alho e Salsa
A mesmo peso dos temperos em Sal





Coloque tudo no liquidificador, com a função pulsar vá aos pouquinhos batendo a mistura e ajudando com uma colher para que não fiquem pedaços de tempero grandes demais escondidos no fundo do copo. Depois é só colocar a mistura em um potinho para usar enquanto estiver cozinhando.








Para cozinhar com o sal verde, use a mesma quantidade que está acostumado a usar de sal comum. Assim a comida fica mais temperada e menos salgada. Eu ainda prefiro temperar a comida com alho picadinho e cheiro verde, para mim são os melhores temperos, mas em caso de pressa ou falta de temperos em casa, esse quebra bem o galho.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

O que eu li: Persépolis

Vou tentar escrever um pouquinho sobre coisas que acabei de ler. Sinto que a cada ano que fico na física, minha capacidade de escrita fica mais e mais reduzida, assim como a minha capacidade de sintetizar ideias. Então quem sabe escrevendo um pouquinho eu não consiga melhorar isso?

Gostaria de fazer isso sempre, mas infelizmente ao longo do semestre mal consigo abrir meus livros e quadrinhos. Vou começar minha tentativa de escrever um pouco sobre livros com esse quadrinho que li no ano passado. Se você é uma pessoa que tem mimimi com spoilers, nem leia. Como eu não dou a mínima para isso, ao contrário, acho que saber mais só atiça a curiosidade, escreverei uma resenha do jeito que eu gosto de ver

Título: Persépolis
Autora: Marjane Satrapi
Editora: Quadrinhos na Cia. (Cia. das Letras)


O livro nada mais é do que as lembranças da escritora Marjane Satrapi. Foi públicado originalmente na França entre 2000 e 2003 em quatro volumes. Quando Marjane era criança e vivia no Irã começou o regime xiita, não sei muita coisa de história, mas sabemos que o Oriente Médio teve e tem umas revoltas e regimes bem complicados. Marjane era de uma família de classe média com um mínimo de educação política. Marjane não se habituou ao véu que lhe foi imposto aos 10 anos de idade, nem ao seu direito de expressar-se e mostrar quem era. 

O tempo todo há um clima de tensão no livro por medo de suas atitudes e de seus pais resultar em morte, assim como aconteceu com outras pessoas de sua família. Receosos de sua segurança, os pais de Marjane a enviam para a Áustria com somente 14 anos, para estudar e morar sozinha. Ao longo do livro ela mostra seu amadurecimento forçado diante dessa situação e os tormentos pelos quais passou, culminando com sua volta ao Irã alguns anos depois ao fim de sua adolescência. 

Ao voltar para o Irã tem de se reacostumar com a vida de opressão que deixa para trás, e ela bem que tenta por muito tempo ao menos fazer de conta que se encaixa no comportamento esperado para uma mulher iraniana, mas depois de muitos tormentos acaba desistindo e voltando para a Europa.


O quadrinho é todo preto e branco, com traços simples da forma que eu gosto. Acho mais fácil associar imagens ao contexto quando as imagens são limpas. Ao mesmo tempo esse preto e branco deixa o quadrinho triste e em um clima de tensão, assim como é o filme Persépolis que foi lançado em 2007. Sabe aquele tipo de filme que é curto, mas parece durar uma eternidade porque é pesado? É assim! Pra quem quiser, aí vai o trailer do filme, mas está em inglês. 



Curiosidade aleatória: Persépolis é o nome da antiga capital do primeiro Império Persa, localizado na região onde hoje é o Irã


quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Blush em Pó Color Trend Avon - Cor Bronze

Eu já disse em um post antigo sobre um blush da Vult que eu tenho as bochechas naturalmente rosas e que por burrice eu sempre acabava comprando cores parecidas. Mas não com esse, já que o propósito dele nem é me deixar coradinha.


Comprei o Blush em Pó Color Trend da Avon com um único propósito: fazer contorno e tentar diminuir minha cara de bolacha. Já tinha lido que ele era bom para isso, então resolvi arriscar. A embalagem é aquela padrão que pode abrir e fazer uma sujeira danada na sua bolsa, mas como só uso antes de sair de casa está ok.



A cor Bronze é um tom marrom amarelado, como minha pele é um pouquinho amarelada, ele ficou perfeito! Não tem cheiro esquisito de pó e nem brilhinhos carnavalescos. Muito melhor do que usar um tom mais escuro de pó, pelo menos para minha pele. Tenho a impressão de que os pós compactos sempre me deixam alaranjada ou avermelhada. Nas fotos abaixo dei uma boa forçada nele para aparecer bem a cor, mas normalmente só passo camadinhas finas para deixar um pouquinho mais escuro na lateral do rosto.



 Sem luz direta e com luz direta

O preço normal dele é R$18,99, mas paguei R$9,99 nas promoções que a Avon sempre tem nos catálogos. Vai demorar para acabar, mas quando acontecer, certamente compor outro!



terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Esmalte da Vez: Quero Cia

Eis um esmalte carente! Tanto no nome como na cor, ele quer atenção. Comprei o Quero Cia da Hits achando a coisa mais linda, mas quem disse que eu consigo fotografar direito?



Ele é um esmalte roxo bem roxo! Cor da flor violeta só que um pouco mais claro. Por algum motivo nas minhas fotos ele fica mais claro e azulado, até tentei dar uma corrigida na cor, mas como não manjo dos paranauê da edição de imagens, desisti quando meus dedos ficaram laranjas e ainda não tinha a cor correta do esmalte. Em outras ele fica mais roxo. Acho que a mais imagem mais próxima que encontrei ele é essa, mas ainda assim está mais azulado do que na realidade. Se alguém souber algum truque para fotografar esmaltes mutantes, me avise!



Ele é delicioso de passar, com duas camadas fica perfeito e seca super rápido. Formou algumas bolinhas no polegar, mas com o calor de Mordor que fez na época em que o usei não sei nem como não formou uma bolha gigante e estourou. Pena que as outras cores novas da que vi da Hits estão super sem graça, saudade de me encantar com uma coleção inteira e comprar muitos esmaltes!


segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Astronomy Picture of the Week: Via Láctea Acima da Formação Rochosa dos Sete Homens Fortes


A minha vontade é de compartilhar todas as imagens do Astronomy Picture of the Day, mas escolho só a minha favorita da semana. Para essa escolhi uma imagem não tanto pelo teor astronômico, mas pelo que está em terra.


Para ver texto e imagem originais, clique aqui.

Tradução porca feita por mim:
"Você já deve ter ouvido sobre das Sete Irmãs do céu, mas já ouviu falar sobre os Sete Homens Fortes do chão? Localizado a oeste dos Montes Urais, as estranhas formações rochosas Manpupuner são uma das Sete Maravilhas da Russia. Como esses antigos pilares de 40 metros se formaram ainda é um mistério. O persistente fotógrafo dessa imagem batalhou no terreno acidentado e clima que não cooperava muito para conseguir capturar essas torres de pedras ásperas durante uma noite de inverno, tendo finalmente sucesso em Fevereiro do ano passado. Utilizando um recurso de atraso de tempo na câmera, o fotógrafo possui uma lanterna perto de um dos pilares cobertos de neve. Bem acima, milhões de estrelas brilham, enquanto a faixa da nossa  galáxia Via Láctea atravessa na diagonal para baixo a partir do canto superior esquerdo."

Ou eu estou muito louca, ou eu já vi essa mensagem com uma legenda dizendo que essas coisas grandes aí eram pinheiros cobertos de neve. Vai saber, mas agora eu realmente sei o que são. Não entendo nada de geologia, mas admito que às vezes gostaria de saber um pouquinho mais, para ter um mínimo de noção sobre como essas rochas podem ter se formado. Se eu estivesse passeando de noite e desse de cara com essas pedras gigantes, eu ficaria assustada.


Aliás, na minha cabeça, Montes Urais era alguma coisa da bíblia, nem sabia que era da Rússia. Manjo muito! O legal de pesquisar sobre os Montes Urais no Google é que apareceu uns links sobre Montes Urais 1959 e Mistérios dos Montes Urais, cheia de imagens bizarras de antigamente, agora deu vontade de saber um pouco mais. Eu amo fazer pesquisas que encaminham para outros assuntos que não tem nada relacionado com o primeiro, adoro abastecer minha fonte de conhecimento em assuntos aleatórios!



Sobre as Sete Irmãs do céu que o texto cita, nada mais é do que o aglomerado de estrelas das Plêiades. Leva esse nome pois ao observarmos ele à olho nu é possível ver sete estrelas, isso se você tiver uma vista muito boa. Nas minhas conversas interessantes durante meu trabalho no observatório, um menino uma vez me falou que os espartanos usavam as Plêiades como um "exame de vista" antes de selecionar os guerreiros, se você visse menos estrelas, não poderia lutar. Bom, não encontrei nenhuma fonte confirmando isso, faria sentido, se um amigo não pudesse falar para o outro que lá tem sete estrelas. Mas vale à pena contar para verem as coisas interessantes que eu escuto no meu trabalho.

As Sete Irmãs
No meu post da tentativa de fotografar o Cometa Lovejoy aparecem as Plêiades no canto direito. Considero elas as coisas mais fofas do céu, um dia pretendo tê-las tatuadas, estampando algum lugar do meu corpo.