segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Astronomy Picture of the Week: Via Láctea Acima da Formação Rochosa dos Sete Homens Fortes


A minha vontade é de compartilhar todas as imagens do Astronomy Picture of the Day, mas escolho só a minha favorita da semana. Para essa escolhi uma imagem não tanto pelo teor astronômico, mas pelo que está em terra.


Para ver texto e imagem originais, clique aqui.

Tradução porca feita por mim:
"Você já deve ter ouvido sobre das Sete Irmãs do céu, mas já ouviu falar sobre os Sete Homens Fortes do chão? Localizado a oeste dos Montes Urais, as estranhas formações rochosas Manpupuner são uma das Sete Maravilhas da Russia. Como esses antigos pilares de 40 metros se formaram ainda é um mistério. O persistente fotógrafo dessa imagem batalhou no terreno acidentado e clima que não cooperava muito para conseguir capturar essas torres de pedras ásperas durante uma noite de inverno, tendo finalmente sucesso em Fevereiro do ano passado. Utilizando um recurso de atraso de tempo na câmera, o fotógrafo possui uma lanterna perto de um dos pilares cobertos de neve. Bem acima, milhões de estrelas brilham, enquanto a faixa da nossa  galáxia Via Láctea atravessa na diagonal para baixo a partir do canto superior esquerdo."

Ou eu estou muito louca, ou eu já vi essa mensagem com uma legenda dizendo que essas coisas grandes aí eram pinheiros cobertos de neve. Vai saber, mas agora eu realmente sei o que são. Não entendo nada de geologia, mas admito que às vezes gostaria de saber um pouquinho mais, para ter um mínimo de noção sobre como essas rochas podem ter se formado. Se eu estivesse passeando de noite e desse de cara com essas pedras gigantes, eu ficaria assustada.


Aliás, na minha cabeça, Montes Urais era alguma coisa da bíblia, nem sabia que era da Rússia. Manjo muito! O legal de pesquisar sobre os Montes Urais no Google é que apareceu uns links sobre Montes Urais 1959 e Mistérios dos Montes Urais, cheia de imagens bizarras de antigamente, agora deu vontade de saber um pouco mais. Eu amo fazer pesquisas que encaminham para outros assuntos que não tem nada relacionado com o primeiro, adoro abastecer minha fonte de conhecimento em assuntos aleatórios!



Sobre as Sete Irmãs do céu que o texto cita, nada mais é do que o aglomerado de estrelas das Plêiades. Leva esse nome pois ao observarmos ele à olho nu é possível ver sete estrelas, isso se você tiver uma vista muito boa. Nas minhas conversas interessantes durante meu trabalho no observatório, um menino uma vez me falou que os espartanos usavam as Plêiades como um "exame de vista" antes de selecionar os guerreiros, se você visse menos estrelas, não poderia lutar. Bom, não encontrei nenhuma fonte confirmando isso, faria sentido, se um amigo não pudesse falar para o outro que lá tem sete estrelas. Mas vale à pena contar para verem as coisas interessantes que eu escuto no meu trabalho.

As Sete Irmãs
No meu post da tentativa de fotografar o Cometa Lovejoy aparecem as Plêiades no canto direito. Considero elas as coisas mais fofas do céu, um dia pretendo tê-las tatuadas, estampando algum lugar do meu corpo.






2 comentários:

  1. Sou apaixonada por astronomia e agora apaixonada por esse blog, tudo que gosto num lugar só, o nome do seu blog tem algo a ver com a série MacGyver com Richard Dean?
    Pois se for é ótimo saber que tem outra pessoa, além de mim, que tenta ter inúmeras habilidades como o personagem.

    http://estranheza-peculiar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre bom saber que tem alguém que gosta de astronomia e me acompanha. Não sei muita coisa, mas o pouco que sei tento passar um pouquinho. Obrigada por acompanhar!
      O nome do meu blog é por conta do meu apelido na faculdade, MacGyver, justamente por eu fazer muitas gambiarras. Admito que assisti só alguns episódios perdidos da série, mas um dia pretendo assistir todos, parece ser divertido!
      Bjs!

      Excluir